NOTÍCIAS

Período chuvoso aumenta criadouros de Aedes Aegypti

 30/10/2017, 07:54:54
Controle de Vetores de Orlândia alerta que cuidados devem ser redobrados para evitar proliferação e aumento de casos de zika, dengue e chikungunya
Com a chegada da primavera e o começo da estação chuvosa em boa parte do País, os locais propícios para a criação do mosquito Aedes aegypti se multiplicam e a população deve se mobilizar para eliminar os focos. O alerta é do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). O mosquito é o vetor dos vírus da dengue, zika e chikungunya.
 
Não só a chuva, mas também a temperatura, que começa a aumentar. O Aedes aegypti é sensível a essas duas coisas. Quando tem chuva aumenta a oferta de criadouros e quando a temperatura aumenta, aumenta a velocidade do desenvolvimento dele.
 
O mosquito leva de sete a dez dias para se desenvolver de ovo a adulto e, segundo a Fiocruz, a forma mais eficiente de evitar surtos das doenças transmitidas por ele é eliminar o ciclo de vida do inseto.
 
De acordo com a Fiocruz, uma inspeção semanal de dez minutos é suficiente para eliminar os criadouros domésticos, que representam por cerca de 80% do total.
 
Assessoria de Imprensa - Pref. Mun. Orlândia

NOTÍCIAS